Quantas vezes falamos a nós mesmos que “não sou ninguem, não adianta eu querer fazer alguma coisa” e, com este pensamento, deixamos de registrar o nosso protesto ou concordância com as ações de nossos políticos ou com as da mídia?  Deixamos de exigir honra, dignidade e virtude de nossas figuras públicas.

Quantos de nós se dão o trabalho de escrever uma carta ou um e-mail à redação de um jornal, a uma emissora de televisão ou aos nossos representantes eleitos?

Lembrando a fábula do beija-flor e o incêndio florestal, segue um vídeo, um comercial indiana que “vende” duas qualidades humanas tão valiosas – a coragem de fazer a sua parte sem se importar com o tamanho do obstáculo e a solidariedade.

Vamos seguir este exemplo!

.

Anúncios